Castle Crashers – Review


Um cristal místico roubado e 4 princesas raptadas por um feiticeiro. O rei envia 4 cavaleiros para resgatar as princesas, recuperar o cristal e derrotar o tal feiticeiro. É com base nessa história que surge Castle Crashers, da produtora The Behemoth, lançado primeiramente para Xbox 360 em 2008, PS3 em 2010 e finalmente para PC e Mac em 2012.

O que temos observado nos últimos anos é a evolução e qualidade com que os jogos indie vêm surgindo no mercado, e Castle Crashers é um exemplo claro disso. A qualidade do estilo cartoon do jogo surpreende, mas não é esse o seu trunfo. O que há tempos tem sido difícil de se encontrar nos jogos atuais, Castle Crashers trás de forma que irá atingir a maioria dos jogadores: o quesito “Replay”. É praticamente impossível zerar a campanha do jogo sem querer voltar ao começo para continuar a aventura. Sim, eu disse continuar! Mas vamos por partes.

O progresso do jogo se dá por meio de fases, selecionadas em um mapa (assim como nos jogos do Mario). As fases seguem o estilo de beat’em up, onde surgem inimigos que precisam ser derrotados para que seja possível avançar, sempre com um tipo de chefe ao final. Lembra muito os clássicos Final Fight, Double Dragon e Tartarugas Ninja da época de Mega Drive e Super Nintendo.

Castle Crashers 3

Ao iniciar o game, o jogador deve escolher seu personagem dentre 4 cavaleiros, cada qual com um poder específico, podendo ser da propriedade fogo, gelo, elétrico ou venenoso. Tanto o modo local quanto online torna possível a participação de até 4 jogadores, e cabe ressaltar aqui que Castle Crashers jogado por um único player perde muito da diversão, além de deixar o jogo muito difícil.

O sistema de combate é simples, com um botão para cada ação: golpe fraco, golpe forte, pulo e magia. Há ainda os acessórios que vão desde poções para recuperar energia, até arco-e-flecha, bombas e bumerangue.

O jogo conta ainda com um sistema de evolução dos personagens ao melhor estilo RPG. Conforme seu cavaleiro derrota os inimigos, você ganha experiência, sobe de nível e adquire pontos para aplicar nas habilidades de seu personagem (força, magia, defesa e agilidade), o que torna muito divertido um jogo de caráter cooperativo, pois enquanto um jogador prefere priorizar força, o outro pode ter uma magia mais forte, ou ainda criar um personagem que seja mais equilibrado em todas as habilidades.

Veja também  FullGames lança sua loja digital de jogos!

Um ponto bastante interessante (entre tantos) que há em Castle Crashers, são os chamados “Animal Orbs”, criaturas que você encontra em determinados pontos da aventura e que passam a te acompanhar, te proporcionando um determinado tipo de suporte. Existem Animal Orbs que aumentam seu ataque e agilidade, outros que encontram itens para você, outros que atacam os inimigos e por aí vai.

Castle Crashers 2

É incrível como Castle Crashers, com uma campanha que leva cerca de 2 a 3 horas para ser finalizada, consegue ter tantas coisas, e tudo na medida certa. Ainda há mais para se falar sobre o jogo, mas vamos deixar isso para vocês descobrirem, e não, eu não esqueci o que disse lá em cima sobre continuar a aventura após terminar a campanha, então vamos lá.

Após concluir a campanha do jogo, é possível que você continue jogando e evoluindo seu personagem, encontrar novas armas e Animal Orbs, afinal, com a ajuda dos amigos, o jogador termina a campanha com seu personagem com o level em torno do 20~25, mas é possível alcançar até o level 99, ou seja, deixar seu personagem com todos os pontos de habilidade no máximo! Como se não bastasse alcançar o level 99 com os 4 cavaleiros, é possível desbloquear no jogo mais 26 personagens, totalizando 30 para se jogar até dar cãibra nos dedos! Há ainda o modo Arena, onde as gentilezas do cooperativismo são deixadas de lado e os jogadores se enfrentam em outros 3 modos multiplayer, todos para até 4 jogadores.

Enfim, um jogo que vale a pena ser jogado muitas e muitas vezes com os amigos!

Segue o trailer da produtora para você ter uma noção do jogo:

Comente algo que preste recruta!

comentários "úteis"